Cirurgia Pediátrica

temas relacionados à cirurgia de crianças e adolescentes

28/12/10

Hernia inguinal

 

Hérnia Inguinal

A hérnia inguinal é uma das patologias cirúrgicas mais comuns na infância. Ocorre devido a ausência de fechamento do conduto peritôneo vaginal, deixando com isso a presença de um saco peritoneal, através do qual se insinuam órgãos da cavidade abdominal, mais comumente uma alça intestinal.

Convém lembrar nesse tópico, que nas meninas, é comum a presença no saco herniário do ovário e da trompa por deslizamento. Por volta de dois terços dos casos de hérnia inguinal ocorrem em meninos. Pode aparecer já ao nascimento, porém é mais comum nos primeiros anos de vida. Por volta de 60% da incidência é à direita, 20% à esquerda e os outros 20% dos dois lados.

O diagnóstico é eminentemente clínico, através da visualização de uma protusão na região inguinal com o esforço (manobra de Valsava) e sentindo um espessamento do cordão espermático sobre o púbis (sinal da seda).O tratamento é cirúrgico e deve ser realizado o mais breve possível após o diagnóstico, devido ao risco de haver um encarceramento (retenção de um órgão dentro do saco herniário, ficando o mesmo impedido de retornar a cavidade abdominal) e vir a tornar-se um procedimento de emergência, por vezes com risco de perda parcial do órgão em sofrimento.

 

Quando a cirurgia é realizada eletivamente, o procedimento é tranqüilo, rápido e o tempo de internação curto, de apenas algumas horas. Porém, quando existe estrangulamento herniário, pode haver necrose de alça,
tornando o procedimento complexo, demorado, com tempo de internação
prolongado e risco de vida para o paciente. Devido a isso, indicamos o procedimento cirúrgico após o diagnóstico em qualquer idade. Quanto mais jovem o paciente, maior é o risco de encarceramento e de complicações.Quanto a anestesia, o ideal é utilizarmos a anestesia geral inalatória associado a infiltração local com marcaína, para proporcionar maior conforto no pós-operatório imediato e reduzir o consumo de anestésico geral pelo paciente.

 

A via de acesso é feita através de uma incisão transversa, com aproximadamente 1,5 a 2cm, na prega inguinal, o que torna a cicatriz o mais estética possível.

Mais recentemente a cirurgia de hernia vem sendo realizada por via laparoscópica; sua indicação é principalmente nas meninas com hernia inguinal bilateral;ainda não temos estudos conclusivos sobre a maior eficácia na cirurgia laparoscópica.

Dr. Rodrigo Romualdo Pereira

 

  

Hérnia Inguinal

 

 

 

 

 

 

hernia inguinal direita

hernia inguinal direita

 

 

 

 

 
 
 

 

 

 

 

 

criado por rodtina    20:55:21 — Arquivado em: Sem categoria

9 Comentários »

  1. oi meu nome é sheila eu tenho um filho de 1 ano e 2 meses ele tem hernia no saquinho e quero resolver este problema vcs podem mim ajudar bjss

    rodtina

    rodtina Reply:

    desculpe a demora Sheila. procure um cirurgiao pediatrico na sua cidade onde mora?

    Comentário por sheila alves de almeida — domingo, 16 de setembro de 2012 @ 20:50:57

  2. Dr. meu filho já fez cirurgia de hidrocele há 6 meses,agora fiz uma ecografia e detectou que ele está com formação cística no canal inguinal com extensão para bolsa escrotal estimada 3,2cm.
    Gostaria de saber se vai ter q fazer cirurgia imediata.Se isso pode ter surgido após esta cirurgia,já que na primeira ecografia só constou hidrocele.Enfim tire minhas dúvidas,,fico agradecida.
    Boa noite.

    Comentário por Fatima — segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013 @ 20:50:15

  3. Fatima,

    provavelmente houve recidiva da hidrocele e ele devera ser submetido a nova cirurgia

    Comentário por rodtina — quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013 @ 23:50:53

  4. Doutor foi constato atraves de um toque na virília, que meu filho tem hernia inguinal, ele tem apenas 30 dias de vida e aproximadamente 3,2 kg, gostaria de saber se a avaliação e indicação para ciruriga é sempre feita através do toque ou se há outro tipo de exame (exemplo ultrassonografia) que possa confirmar a existência de uma Hernia, pois visualmente e pelo toque não consigo distinguir se ele realmente tem uma hernia. Outra questão é com relação a pouca idade da criança e o baixo peso, é necessário fazer a cirurgia de imediato ou pode aguardar para que a criança ganhe mais peso? Quai são os riscos neste caso?

    Comentário por Liliane — sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013 @ 19:51:12

  5. Boa noite!

    Dr. Rodrigo, o meu filho fez orquidopexia com 1 ano e 8 meses, ele agora esta com 5 anos e apareceu uma hernia inguinal e hidrocele. O Sr. acha que há a possibilidade de uma cirurgia mal feita.

    Agradeço,
    Maria

    Comentário por Maria do Socorro Miranda — terça-feira, 16 de abril de 2013 @ 21:42:51

  6. Dr. Rodrigo, Boa noite.

    Tive hérnia inguinal bilateral com 3 meses de idade e foi feita a operação. Entretanto desde recém nascida e até hoje depois de muitos anos tenho problemas de dificuldade de evacuação. Isso pode ter alguma relação com a hérnia que tive( alguma má formação) ou ainda algum erro na cirurgia? Obrigada e desde já agradeço

    Comentário por Luísa — sexta-feira, 24 de janeiro de 2014 @ 21:41:42

  7. Dr Meu filho tem hérnia inguinal dos dois lados ele tem 3 anos vai fazer a cirurgia nos próximos dias será feita por um urologista enfim estou com muito medo pois ele disse que terá que ser anestesia geral e meu filho tem rinite será que mesmo assim ele pode tomar anestesia geral?

    Comentário por Débora — segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014 @ 11:14:09

  8. meu filho tem uma ernia mas ele tem 2 mes de vida precsisa de cirurgia qual a gravidade

    Comentário por daniela fidelis — quarta-feira, 30 de abril de 2014 @ 11:25:49

Deixe um comentário

Report abuse Close
Am I a spambot? yes definately
http://cirurgiapediatrica.blog.terra.com.br
 
 
 
Thank you Close

Sua denúncia foi enviada.

Em breve estaremos processando seu chamado para tomar as providências necessárias. Esperamos que continue aproveitando o servio e siga participando do Terra Blog.